Lançada nesta semana, nova versão do Ubuntu traz boas novidades para o desktop Unity 7.

O Ubuntu para desktop tem visto poucas mudanças desde o lançamento do Ubuntu 14.04 LTS há dois anos. Mas isso vai mudar com a atualização Ubuntu 16.04 LTS – de codinome Xenial Xerus – que traz grandes mudanças e um polimento bem-vindo ao clássico desktop Unity 7.

Se você estiver usando o desktop Unity 7 – agora Unity 7.4 – agora terá uma experiência melhor do que nunca. Aqueles resultados de buscas online controversos – que algumas pessoas chamavam de spyware – agora foram desabilitados por padrão. O Ubuntu não vai mais enviar suas buscas locais na web para mostrar os seus resultados de compras.

A partir de agora o Unity 7 também te permite mover o seu launcher para a parte inferior da tela. O recurso fica escondido e exige comandos no terminal, mas possui suporte oficial. O Unity 7.4 traz uma variedade de outras melhorias menores e pontos de polimento que fazem dessa uma boa atualização.

O já antigo Ubuntu Software Center foi embora, substituído pelo novo GNOME Software Application que a Fedora vem usando já há algum tempo. Além dos pacotes Deb tradicionais, o Ubuntu agora suporta os Snaps, que podem ser instalados juntamente com os Debs.

O aplicativo Brasero para gravar discos e o software de mensagens instantâneas Empathy foram removidos da instalação padrão, mas ainda podem ser instalados a partir do GNOME Software. O Ubuntu agora inclui o GNOME Calendar e o aplicativo de webcam Cheese por padrão. Por baixo de tudo, você vai encontrar a versão 4.4 do kernel do Linux, que oferece suporte melhorado para PCs com os chips Intel Skylake.

E há boas e más notícias para os usuários de placas AMD. O Ubuntu 16.04 LTS terá suporte para a nova arquitetura de drivers gráficos AMDGPU, da AMD, que deve acabar com a distância com os ótimos drivers para Linux da Nvidia

 

Fonte

Compartilhe essa Informação