Google vence Oracle na batalha judicial sobre uso de Java no Android

AGigante de buscas era acusada de violações de direitos autorais pelo uso do Java no seu sistema móvel Android

Um júri em San Francisco, nos EUA, inocentou o Google das acusações de violação de direitos autorais feitas pela Oracle por conta do uso do Java no Android.

Composto por oito mulheres e dois homens, o júri em questão levou três dias para chegar ao veredito.

Os jurados decidiram que o uso pelo Google de 37 APIs do Java para a construção do sistema operacional móvel pode ser considerada “justa”, o que livrou a gigante de buscas de pagar uma multa bilionária à fabricante de banco de dados.

O julgamento teve início em 10 de maio e contou com depoimentos de executivos do Google, como Eric Schmidt e Larry Page, além do CEO da Oracle, Safra Catz, e do ex-CEO da Sun, Jonathan Schwartz.

A Oracle pedia o pagamento de 9 bilhões de dólares em danos, o que tornou a decisão uma vitória e tanto para o Google e sua equipe de advogados.

No entanto, vale notar que é esperado que a Oracle apele dessa decisão, o que significa que o caso ainda deve se arrastar.

Essa foi a segunda vez que a questão acabou no tribunal. Em 2012, a justiça deu ganho de causa ao Google.

Fonte