Problemas com Disco cheio – O que são inodes.

Hoje após o café do meio dia, tive um cliente com servidor dedicado reclamando de problemas com espaço(inode), mesmo o cliente possuindo a gerencia, nós pediu ajuda pois não identificou oque era.

Uma ótima forma de fazer aquele tutorial maroto.

O que são inodes?

https://pt.wikipedia.org/wiki/N%C3%B3-i (resumo da wiki)

Em um sistema de arquivos de estilo Unix, um nó de índice, informalmente referido como um “nó-i” (inode), é uma estrutura de dados usada para representar um objeto do sistema de arquivos, que pode ser uma de várias coisas, incluindo um arquivo ou diretório. Cada inode armazena a(s) localização(ões) de atributos e bloco de disco dos dados objetos do sistema de arquivos.

Atributos de objeto do sistema de arquivos podem incluir manipulação de metadados (por exemplo, alteração, acesso, tempo de modificação), bem como dados de proprietário e permissão (por exemplo, id de grupo, id de usuário, permissões). O número de arquivos e diretórios em sua hospedagem influência diretamente sobre o número de inodes.

O Problema.

Problemas como esse ocorre quando existe um numero MUITO grande de arquivos pequenos, zerados ou links simbólicos em seu disco ocupando todos os inodes. Inodes é algo que geralmente o usuário só vai ouvir falar quando um problema como esse surgir. Esse inodes foram definidos na criação do sistema de arquivos, e provavelmente em alguma parte do seu contrato, deve haver alguma informação sobre. Antes de começar, remova arquivos desnecessários, limpe seu sistema, isso liberara mais alguns inodes. Ao verificar o disco como de costume, vc vera que está tudo normal.

Verificando os inodes com o parâmetro i.

Vamos fazer uma busca dentro do /var e vermos oque encontramos. Essa busca faremos a contagem de arquivos em cada dentro da partição buscada.

Devido a quantidade de arquivos na /var/spool, vamos analisá-lo primeiro. Dentro de spool em nosso
exemplo encontramos uma pasta de e-mail do exim4.

Dentro da pasta, execute o find, buscando somente arquivos e removendo em seguida.

obs: Como a lista de arquivos a ser removida é enorme, vc não conseguira com o simples rm -fv  e tera que utilizar o comando acima.

Exemplo da saída do comando…
removed ‘./1e7Ddk-00060r-BX-H’
removed ‘./1e9WOg-000FHj-8a-D’
removed ‘./1eRp3h-0003Ok-Dk-H’
removed ‘./1eM8Oa-000As4-Sq-D’

Esse foi mais um artigo e tutorial da Commit Linux.